Lista de Notícias

/Incubadora da Coppe irá selecionar startups de base tecnológica em seu novo programa de incubação

A Incubadora de Empresas da Coppe/UFRJ desenvolveu um novo programa de Incubação, que se apoiará no conceito de Open Venture Building – uma junção de inovação aberta e construção de startups. Para participar da seleção, as propostas devem possuir, entre outros critérios, o desenvolvimento de produtos ou serviços inovadores, e potencial de interação com as atividades de pesquisas desenvolvidas pela UFRJ. As inscrições para a seleção de dez novas startups estão abertas até o dia 16 de julho. O edital e demais informações podem ser obtidos por meio do site da Incubadora: www.incubadora.coppe.ufrj.br.

 

A iniciativa do novo programa de incubação conta com o apoio das empresas beOn Claro, EloGroup, Lemobs, NVIDIA, Raio Capital, Tata Consultancy Services e Visagio. Estas empresas parceiras poderão influenciar o processo de formação das startups, conduzindo-as para necessidades e oportunidades reais de mercado. O programa está estruturado em torno de cinco áreas temáticas: Life Sciences, Energias Renováveis e Descarbonização, Cidades Inteligentes, Óleo e Gás e Inteligência Artificial. Mas, serão também apreciadas propostas que não se enquadrem estritamente nesses temas.

 

O Head da Incubadora de Empresas da Coppe, Marcos Chaves, explica que este novo programa de incubação envolve conexões com o mercado e proximidade com o know how científico e tecnológico da UFRJ. Além disso, propicia contatos com empresas consolidadas nas áreas temáticas além de possibilidades de internacionalização, em parceria com centros de inovação na Finlândia (Soft Landing Program, na cidade de Espool), Holanda (Países Baixos – Investment and Development Agency for the Northern Netherlands) e na China (Macao Young Entrepreneur Incubation Centre, em Macau).

 

De acordo com Marcos, a geração de empresas de base tecnológica é um dos princípios da inovação e crescimento econômico. “Novas tecnologias geram novos mercados e remodelam outros”, avalia o executivo. Levantamentos da Associação Brasileira de Startups mostram que, de 2015 até 2019, o número de novas empresas de base tecnológica saltou de 4.100 para 12.700, representando um aumento de 207% de empresas criadas. Já em 2021, o país contava com 14.065 startups, distribuídas em 710 cidades brasileiras.

 

Incubadora de Empresas da Coppe e seu pioneirismo

 

A UFRJ constituiu, em 1994, uma das primeiras incubadoras de empresas do Brasil com foco em startups de base tecnológica: a Incubadora de Empresas da Coppe. Desde então, foram geradas mais de 100 empresas com mais de 500 empreendedores apoiados. Levantamento da própria Incubadora revela que, hoje, essas empresas empregam mais de 3.500 pessoas e possuem um faturamento consolidado de R$ 500 milhões.

 

Em função de seu desempenho, em 2022, a Incubadora da Coppe recebeu a certificação CERNE nos níveis 1, 2 e 3, sendo reconhecida pelo Prêmio Internacional “UBI Top Business Incubator Managed by University”, como uma das 20 melhores incubadoras do mundo (2017 e 2018). Anteriormente, foi eleita a Incubadora do Ano pela Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec - 2012).

 

A Incubadora de Empresas da Coppe possui, no momento, 20 empresas residentes que atuam em áreas, como, biotecnologia, óleo e gás, energia, descarbonização, telecomunicações e robótica. Empresas reconhecidas no mercado nacional e internacional, como Forebrain, EloGroup, Visagio e OilFinder, fazem parte do portfólio de companhias graduadas na instituição.

  • Publicado em - 30/06/2023